Sociologia e Comunicação

Representações: linguagem e sociedade


Acesse a postagem da aula aqui.

Texto Complementar

BIDLO, Oliver. O hominizado: comunicação e existência em Vilém Flusser. REVISTA ECO PÓS | ISNN 2175-8889 | VILÉM FLUSSER | V 19 | N.1 | 2016 | DOSSIÊ

GIDDENS, Anthony. Modernidade e Identidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2002

LUPINACCI, Ludmila. GIFs animados sequenciais no Tumblr: fronteiras entre quadrinhos, fotonovela e cibercultura. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação – XXXVIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Rio de Janeiro, RJ – 4 a 7/9/2015

POLLACK, Michel. Memória, Esquecimento e Silêncio. In: Estudos Históricos . Rio de Janeiro, V.01-2. n. 1, 1989

FÜRSICH, Fürsich. O problema em representar o outro: mídia e diversidade cultural PARÁGRAFO. V. 4, N. 1 p.51-61 JAN/JUN.2016


 


EKO – multiverse storytelling (Possibilia)

Molleindustria – Radical Games


 

Manual da Diversidade no Jornalismo

Quem controla a Mídia no Brasil – Coletivo Intervozes

Contra-narrativas para o discurso de ódio na Internet– SaferLab/UNESCO/ Google


Campanhas do Carnaval de Recife

Como os estudos dos especialistas em estudos sobre meninas (e elas mesmas) estão reorganizando a forma como pensamos a relação entre elas e a mídia. Sharon R. Mazzarella 

Five strategies for creating gender equality in the media – Collete Davidson – The Guardian, 20/07/2016

Urban Dictionaire

* * *

Produção cultural evangélica | Elisa Hoerlle – Itaú Cultural. 07/11/2017

Influencers de Cristo – Evangélicos da nova geração mostram na internet um novo comportamento religioso- UOL (TAB), 18/09/2017

Católicos em rede: de ouvintes a produtores da palavra de fé – IHU Online – Edição 491 | 22 Agosto 2016

* * * 

Leia a matéria completa em: “A cultura negra é popular, pessoas negras não são” As festas “neotropicalistas” e a apropriação cultural indevida – Geledés

Um papo com Oz Guarani, o primeiro grupo indígena de rap de São Paulo -Weslei Barba – Noisey Apr 19 2017

 LITERATURA E POESIA MARGINAL COM “WJ & SAID”

Como a indústria da fotografia determinou que o ‘normal’ é a pele branca – Juliana Domingos de Lima -8 Abr 2016

Após selfie racista no Carnaval, jovem é demitido: ‘Não nos interessa funcionário com este perfil’ – por: Redação Hypeness (carnaval 2018)

A questão racial e as corporações – Hank Willis Thomas | BRANDING USA – / HANK WILLIS THOMAS: ARTE E ESTEREÓTIPOS PUBLICITÁRIOS

Quatro maneiras de usar a vitória de Rafaela Silva para confirmar o que você já pensa – 

Plataforma passa a régua no racismo publicitário – Por Gabriel Grunewald – AdNews01 de Dezembro de 2017 12h – Atualizado às 12:55

‘Racist’ H&M sweater ad ruffles feathers – Monday 8 January 2018 – 1:49pm
 

 

* * *

Este coletivo quer acabar com o preconceito contra gays, negros e mulheres no futebol – André Cabette Fábio -9 Abr 2016

Jogos de empatia ajudam a entender ‘a dor do outro’ – Caderno Link – Estadão – BRUNO CAPELAS, 21 de março de 2016

Psicólogos encontram no RPG ferramenta para motivar adolescentes e jovens – Juliana Blume – HypeScience, 12/07/2017

Gays invadiram um post de “orgulho hétero” e foi gostoso demais – Buzz Feed, 

“Essa Coca é Fanta”. Empresa faz ação contra homofobia no dia do Orgulho LGBT – Por Brasil Econômico

Plataforma reúne trabalhos acadêmicos de temática LGBT para consulta– Não é gay se: as exceções da metrosexualidade. Publicado em 23/08/2017

Parada Hetero Brasil

* * *

 

Com perfil feminino, gamers homens são alvo de assédio on-line – FERNANDA MENA – Folha de S. Paulo, 23/01/2018

 Reino Unido proíbe anúncios que fomentam estereótipos de gênero – Medida da Autoridade de Padrões Publicitários começa a ser aplicada em 2018 – Patrícia Tubella – El País, Londres 

 

Campanha de cerveja considerada machista sofre intervenção na zona sul de SP; Skol mudará publicidade – Empresa afirma que irá mudar frases de ação publicitária em “respeito à diversidade de opiniões” Carolina Apple R7 11/02/2015

How an SMS tool is bringing rape survivors into the media sphere – IJNet, Kim Harrisberg, Health-e News | October 05, 2017

Skol – Campanha 2015 X Reposter

O teste de Bechdel – Por: Por Helena Dutt-Ross

Seu filme favorito passa no teste de Bechdel – Carol Lima

Novos feminismos e a luta pelos direitos das mulheres – Nexo Jornal

HÁ SEXISMO NA INTERNET? BBC BRASIL

Fábio Caim Viana, Sandra Febbes Casarejos, Aryovaldo Azevedo Junior.   Marcha das Vadias: o corpo-signo da autonomia feminina na mídia.

O poder da mulher na propaganda (dentro e fora das agências) – Adnews, 08 de março de 2016

Minha História, Django Girls e as Mulheres na Tecnologia – Julia Gomes – Code like a girl(Medium)- 23/03/2017

THE TRUTH OF WOMEN AND BEER: WITCHES – BREWHOPPIN

* * *

Trend Watching – inteligência em tendências de consumo globais e brasileiras.

Após críticas, Pepsi tira comercial com Kendall Jenner do ar – Meio& Mensagem, 6 de abril de 2017


NOVAS REPORTAGENS

Os eliminados na redação do Enem não são quem você imagina – Marcelo Soares – Medium, 27/11/2017

Se está na cozinha, é uma mulher: como os algoritmos reforçam preconceitos -As máquinas inteligentes consolidam os vieses sexistas, racistas e classistas que prometiam resolver – Javier Salas, El País, 23/09/201715 visões completamente equivocadas sobre o que é ser feminista – “Não seja feminista, seja feminina” e outros equívocos. – BuzzFeed – publicado 20 de Agosto de 2015, por Clarissa Passos

Ideologia de gênero: rastros e significados –POR #AGORAÉQUESÃOELAS – Por Sonia Corrêa*

Portugal inclui Igualdade de Gênero na grade das escolas – O Projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular quer promover o estudo da cidadania e do desenvolvimento social nas escolas – Por Da Redação –  Cláudia – 5 out 2017

Assédio nas agências: 90% das mulheres já foram vítimas – Grupo de Planejamento divulga dados da primeira pesquisa sobre o tema, que ouviu 1400 pessoas que trabalham em empresas de comunicação de São Paulo –  Meio & Mensagem – Bárbara Sacchitiello – 15 de novembro de 2017 – 14h10 – Atualizada em 16/11, às 11h19

 

 



Campanha da Unicef


Latinize ( Ju Dorotea) – “…Quem não se prende com facilidade se move/Desliza na superficie, aprende, se envolve no que vê/ Amplifica a visão e descobre que/Cada um tem seu jeito real de ser/ E perto do diferente a mente desenvolve/Pra tolerância de todo tipo de gente que pode/ Junta as ideias que ficam e fogem/Que se ficam a sete chaves contigo elas morrem…”


 

Atenção para a personagem Anne e sua relação com as palavras

 

MUITO ALÉM DO JARDIM – Peter Sellers (1979)

Tendo vivido toda a sua vida isolado do mundo, dentro de uma mansão de Washington, Chance apenas conhece o mundo através da televisão. Quando as circunstâncias da vida o obrigam a partir, ele se vê atirado em diversas situações para as quais não têm qualquer referência, particularmente, quando passa a frequentar um círculo de importantes políticos em busca de «novas idéias e abordagens». Atenção, aqui, para a questão da linguagem, do contexto, da produção de sentido em nossos gestos e ações…

Deixar uma resposta